Desordens na coluna - Quiropraxia - Monique Meinesz Quiropraxia
758
page-template,page-template-templates,page-template-full_width,page-template-templatesfull_width-php,page,page-id-758,ajax_fade,page_not_loaded,,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-13.5,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive
 

Desordens na coluna

Desordens na coluna

Problemas relacionados à coluna, a base do nosso corpo, são recorrentes ao longo da vida das pessoas, sejam eles por conta de um trauma, rotina com hábitos prejudiciais e até mesmo por problemas emocionais que têm impacto direto não só com a coluna, mas com o corpo como um todo.

 

Composição da coluna vertebral

 

No entanto, para compreender melhor tais problemas, é preciso uma breve explicação sobre a constituição da coluna vertebral e seus 33 ossos. Começando de cima para baixo, uma das partes mais importantes da coluna que compõe o pescoço, conhecida como espinha cervical. Abaixo, existe a espinha torácica, que são as vértebras do meio das costas, onde estão ligadas as costelas (por isso o nome torácica), e também onde se encontram os discos intervertebrais, responsáveis por diminuir o atrito entre as vértebras durante os movimentos. E abaixo, é onde está localizada a espinha lombar, abaixou das costas. Além das três divisões, também existe a coluna sacral, o final da coluna, localizada no quadril.

Desordens na coluna
Desordens na coluna
Desordens na coluna

Desordens mais comuns na coluna

Hérnia de disco: talvez a hérnia de disco seja o problema de maior reincidência dentre as desordens da coluna. Em grande parte das situações, pessoas afetadas já chegaram a uma idade avançada ou exerceram um levantamento excessivo de peso, gerando um desgaste ou um deslocamento dos discos que têm a função de amortecer e possibilitar a movimentação natural do corpo.

 

Como tratamento para tal desordem, a intervenção analgésica pode auxiliar, dentre outras técnicas, como a Quiropraxia, que melhoram a mobilidade do paciente e diminui o impacto causado pela dor causado pela hérnia de disco.

 

Osteófito: o osteófito é outro problema a aflige as desordens na coluna, visto que o tradicional ‘bico de papagaio’ é gerado pelo atrito entre os ossos. Tal atrito pode desenvolver uma saliência óssea na coluna incapacitando os movimentos do paciente. Além disso, pessoas que possuem artrite são predispostas a desenvolverem o problema, visto que a doença causa um desgaste ósseo e nas suas cartilagens.

 

Visando uma melhora em tal desordem causada pela saliência óssea que é desenvolvida pelo osteófito, a Quiropraxia também auxilia no tratamento para que as dores cessem, colocando a coluna em harmonia novamente. Contudo, um tratamento acompanhado de anti-inflamatórios e fisioterapia também se fazem necessários para uma recuperação mais consolidada.

 

Lordose: a lordose é um problema de desvio de coluna e pode atingir pessoas de qualquer idade com o tanto que não tenham uma postura adequada. Apesar de a lordose ser uma disfunção da coluna, existem níveis de lordose que são considerados normais, fazendo parte do desenvolvimento natural da coluna que tem um formato anatômico. No entanto, a lordose, quando é considerado um desvio, é chamada de hiperlordose, acometendo a coluna no sentido torácico, para frente. Outro nível a hipolordose, que é o contrário, sendo caracterizado pela curvatura da coluna para trás, acentuando a região lombar e, também, torácica.

 

Durante a recuperação, a Quiropraxia auxilia na correção da postura para evitar os sintomas da lordose, que estão relacionados à deformidade da coluna vertebral, além das dores causados pelo desconforto.

A Quiropraxia trata desordens na coluna. Agende sua consulta conosco
(11) 2970-1805 ou (11) 97355-0203.

Prevenindo desordens na coluna

Apesar de distintos, problemas na coluna têm similaridades quanto à prevenção. Se o paciente não se mantém ativo, realizando atividades diárias que exercitem o corpo, estarão propensos aos problemas que afetam a coluna. Àqueles que passam muito tempo inertes durante a rotina de trabalho ou se alimentam de forma inadequada, e consequentemente, ficando obesos, têm uma predisposição para o desenvolvimento de problemas na coluna.

 

Para evitar tais problemas, exercícios e uma alimentação saudável diminuem consideravelmente a chance de desenvolver desordens na coluna, até mesmo para pacientes que têm uma predisposição genética aos problemas crônicos.

 

Quiropraxia contra as desordens na coluna

 

Como seu principal objetivo, a Quiropraxia tem por tratar distúrbios mecânicos que afetam o sistema musculoesquelético, sistema que compõe a funcionalidade do corpo, como por exemplo, a coluna vertebral, uma das áreas onde problemas são mais afetados. Com o auxílio de técnicas que tratam desordens na coluna, o paciente terá os sintomas amenizados e a coluna ajustada por conta dos exercícios e movimentos aplicados à coluna.

Vamos agendar sua avaliação de Quiropraxia?

C1

Áreas e Partes do Corpo Afetadas

Fornecimento de sangue para a cabeça, glândula pituitária, couro cabeludo, ossos da face, cérebro, ouvido interno e médio, sistema nervoso simpático.

Possíveis Sintomas

Dores de cabeça, nervosismo, insônia, resfriados, pressão arterial alta, enxaqueca, tensão nervosa, amnésia, cansaço crônico, tonturas.

C2

Áreas e partes do corpo afetadas

Olhos, nervos ópticos, nervos auditivos, seios da face, ossos mastoides, língua, testa.

Possíveis Sintomas

Problemas nos seios da face, alergias, dores ao redor dos olhos, dor de ouvido, desmaios, certos casos de cegueira, estrabismo, surdez.

C3

Áreas e partes do corpo afetadas

Bochechas, ouvido externo, ossos da face, dentes, nervos facial.

Possíveis Sintomas

Neuralgia, neurite, acne ou espinhas, eczema.

C4

Áreas e partes do corpo afetadas

Tuba auditiva, nariz, lábios, boca.

Possíveis Sintomas

Rinite alérgica, coriza, perda auditiva, adenoides.

C5

Áreas e partes do corpo afetadas

Cordas vocais, glândulas do pescoço, faringe.

Possíveis Sintomas

Laringite, rouquidão, dor de garganta ou angina.

C6

Áreas e partes do corpo afetadas

Músculo do pescoço, ombros, amígdalas.

Possíveis Sintomas

Torcicolo, dor no braço, amigdalite, tosse crônica.

C7

Áreas e partes do corpo afetadas

Glândula tireóide, bursas nos ombros, cotovelos.

Possíveis Sintomas

Bursite, resfriados, condições da tireóide.

T1

Áreas e partes do corpo afetadas

Braços do cotovelo para baixo, incluindo mãos, pulsos e dedos, esôfago e traqueia.

Possíveis Sintomas

Asma, tosse, dificuldade respiratória, falta de ar, dor na parte inferior do braço e mãos.

T2

Áreas e partes do corpo afetadas

Coração, incluindo as suas válvulas e artérias coronárias.

Possíveis Sintomas

Alterações das funções cardíacas.

T3

Áreas e partes do corpo afetadas

Pulmões, brônquios, pleura, tórax, peitoral.

Possíveis Sintomas

Bronquite, pleurisia, pneumonia, congestão nasal, gripe.

T4

Áreas e partes do corpo afetadas

Vesícula biliar, e ducto comum.

Possíveis Sintomas

Condições da vesícula biliar, icterícia, pedras na vesícula.

T5

Áreas e partes do corpo afetadas

Fígado, plexo solar, circulações (geral).

Possíveis Sintomas

Condições do fígado, febres, problemas de pressão arterial, má circulação, artrite.

T6

Áreas e partes do corpo afetadas

Estômago.

Possíveis Sintomas

Problemas estomacais, indigestão, azia, dispepsia.

T7

Áreas e partes do corpo afetadas

Duodeno e pâncreas.

Possíveis Sintomas

Úlceras e gastrites.

T8

Áreas e partes do corpo afetadas

Baço e diafragma.

Possíveis Sintomas

Soluços e baixa resistência.

T9

Áreas e partes do corpo afetadas

Glândulas adrenal e suprarenal.

Possíveis Sintomas

Alergias e urticárias.

T10

Áreas e partes do corpo afetadas

Rins.

Possíveis Sintomas

Problemas renais, endurecimento das artérias, cansaço crônico, nefrite, pielites.

T11

Áreas e partes do corpo afetadas

Rins e ureteres.

Possíveis Sintomas

Condições de pele como acne, espinhas, furúnculos, eczema.

T12

Áreas e partes do corpo afetadas

Intestino delgado e circulação linfática.

Possíveis Sintomas

Reumatismo, acúmulo de gases, alguns tipos de esterilidade.

L1

Áreas e partes do corpo afetadas

Intestino grosso, anéis inguinais.

Possíveis Sintomas

Constipação, colites, disenteria, diarréia, algumas rupturas ou hérnias.

L2

Áreas e partes do corpo afetadas

Apêndice, abdômen, coxa.

Possíveis Sintomas

Câimbras, dificuldade para respirar, acidose, veias varicosas.

L3

Áreas e partes do corpo afetadas

Órgãos sexuais, útero, bexiga, joelhos.

Possíveis Sintomas

Problemas vesiculais e menstruais, como dor ou períodos irregulares, corrimento, impotência, problemas na bexiga, dores nos joelhos.

L4

Áreas e partes do corpo afetadas

Próstata, os músculos de região lombar, nervo ciático.

Possíveis Sintomas

A dor ciática, lumbago, dificuldade de micção, dor ou muito frequente, dores nas costas.

L5

Áreas e partes do corpo afetadas

Pernas, tornozelos, pés.

Possíveis Sintomas

A má circulação nas pernas, tornozelos inchados, tornozelos e arcos fracos, pés frios, fraqueza nas pernas, câimbras nas pernas.

Sacro

Áreas e partes do corpo afetadas

Ossos do quadril, nádegas.

Possíveis Sintomas

Condições sacroilíacas, curvaturas da coluna vertebral.