Lombalgia - Quiropraxia - Monique Meinesz Quiropraxia
561
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-561,ajax_fade,page_not_loaded,,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-13.5,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive
 

Lombalgia

Quiropraxia no tratamento da Lombalgia

Quase todos tem lombalgia em algum momento de suas vidas. Essa dor pode variar de leve a grave. Pode ser de curta duração ou duradoura. No entanto, acontece que a lombalgia pode tornar muitas atividades cotidianas difíceis de fazer.

 

Sua coluna é composta de pequenos ossos, chamados de vértebras, que são empilhados um do outro. Músculos, ligamentos, nervos e discos intervertebrais são partes de sua coluna vertebral. Compreender como sua coluna vertebral funciona pode ajudá-lo a entender melhor a lombalgia.

 

A dor é diferente de uma pessoa para a outra. Ela pode ter um início lento ou aparecer de repente, pode ser intermitente ou constante.

Lombalgia
Lombalgia
Lombalgia

Causas da Lombalgia

Existem muitas causas de lombalgia. Às vezes, ocorre após um movimento específico, como levantamento de peso ou flexão. Envelhecer também pode acarretar a lombalgia.

 

À medida que envelhecemos, nossas colunas envelhecem conosco. O envelhecimento causa alterações degenerativas na coluna vertebral. Essas mudanças podem começar nos 30 anos (ou até mais jovens) e podem nos tornar propensos a dor nas costas, especialmente se exageremos nossas atividades.

 

Essas mudanças no envelhecimento, no entanto, não impedem a maioria das pessoas de terem vidas produtivas, e sem dor.

 

Uma das causas mais comuns da lombalgia é o esforço excessivo.

 

Algumas pessoas desenvolvem lombalgia que não desaparece dentro de alguns dias. Isso significa que há uma lesão em um disco.

 

Lágrima de disco. Pequenas lágrimas na parte externa do disco (anel), ocorrem com o envelhecimento. Algumas pessoas com lágrimas de disco não têm dor. Outros podem ter dor que dura semanas, meses ou até mais.

 

Hérnia de disco. Outro tipo comum de lesão no disco é um disco “escorregado” ou “herniado”.

 

Um disco hernia quando o centro (núcleo) da geleia empurra contra o anel externo (anel). Se o disco estiver muito desgastado ou ferido, o núcleo pode espremer todo o caminho. Quando a hérnia de disco passa para o canal da coluna vertebral, coloca pressão sobre os nervos espinhais sensíveis, causando dor.

 

Como uma hérnia de disco na parte inferior das costas muitas vezes coloca pressão sobre a raiz do nervo que leva à perna e ao pé, a dor geralmente ocorre na nádega e na perna. Isso é ciática.

 

A hérnia de disco geralmente ocorre com movimentos de elevação, puxão, flexão ou torção.

Fique livre das dores nas costas com a quiropraxia. Agende sua consulta conosco (11) 2970-1805 ou (11) 97355-0203.

Sintomas da Lombalgia

A Lombalgia varia. Pode ser afiado (“pontadas”), pode ser maçante, dolorido ou algo parecido com uma cãibra. O tipo de dor que você terá dependerá da causa subjacente da dor nas costas.

 

A maioria das pessoas achar que reclinar ou deitar-se irá melhorar a lombalgia, independentemente da causa subjacente.

 

Pessoas com dor lombar podem ter alguns dos seguintes sintomas:

 

  • A dor nas costas pode ser pior com flexão e elevação.
  • Sentar pode piorar a dor.
  • Caminhar pode piorar a dor
  • Dor nas costas vem e vai, e muitas vezes segue para cima e para baixo com bons dias e dias ruins.
  • A dor pode prolongar-se da parte traseira para a nádega ou área do quadril externo, mas não para baixo da perna.
  • A ciática é comum com uma hérnia de disco. Isso inclui dor nas nádegas e pernas, e até entorpecimento, formigamento ou fraqueza que vai até o pé. É possível ter ciática sem dor nas costas.
Lombalgia
Lombalgia
Lombalgia

Tratamento da Lombalgia

A Quiropraxia é um dos principais tipos de tratamentos para a lombalgia, e um dos mais eficientes também. Tratamos a causa de seu problema, eliminando dores sem uso de medicamentos.

 

Após uma avaliação rigorosa, decidimos qual o tipo de tratamento dentro da Quiropraxia é o mais indicado para você e quantas sessões serão necessárias para resolver sua patologia e dores consequentes a ela.

A Quiropraxia trata a lombalgia. Agende sua consulta conosco (11) 2970-1805 ou (11) 97355-0203.

Prevenção da Lombalgia

Pode não ser possível evitar a dor lombar. Não podemos evitar o desgaste normal em nossas espinhas que acompanham o envelhecimento. Mas há coisas que podemos fazer para diminuir o impacto de problemas nas costas. Ter um estilo de vida saudável é um bom começo.

 

Exercício

Combine o exercício aeróbio, como andar ou nadar, com exercícios específicos para manter os músculos nas costas e no abdômen fortes e flexíveis.

 

Levantamento adequado

Certifique-se de levantar itens pesados com as pernas, e não as costas. Não se incline para pegar algo. Mantenha suas costas retas e dobre seus joelhos.

 

Peso

Mantenha um peso saudável. O excesso de peso coloca mais estresse na parte inferior das costas.

 

Evite fumar

Tanto a fumaça como a nicotina fazem com que sua coluna envelheça mais rapidamente do que o normal.

 

Postura adequada

Uma boa postura é importante para evitar problemas futuros. Nossos Quiropraxistas podem ensinar-lhe como ficar de forma segura, sentar e levantar.

C1

Áreas e Partes do Corpo Afetadas

Fornecimento de sangue para a cabeça, glândula pituitária, couro cabeludo, ossos da face, cérebro, ouvido interno e médio, sistema nervoso simpático.

Possíveis Sintomas

Dores de cabeça, nervosismo, insônia, resfriados, pressão arterial alta, enxaqueca, tensão nervosa, amnésia, cansaço crônico, tonturas.

C2

Áreas e partes do corpo afetadas

Olhos, nervos ópticos, nervos auditivos, seios da face, ossos mastoides, língua, testa.

Possíveis Sintomas

Problemas nos seios da face, alergias, dores ao redor dos olhos, dor de ouvido, desmaios, certos casos de cegueira, estrabismo, surdez.

C3

Áreas e partes do corpo afetadas

Bochechas, ouvido externo, ossos da face, dentes, nervos facial.

Possíveis Sintomas

Neuralgia, neurite, acne ou espinhas, eczema.

C4

Áreas e partes do corpo afetadas

Tuba auditiva, nariz, lábios, boca.

Possíveis Sintomas

Rinite alérgica, coriza, perda auditiva, adenoides.

C5

Áreas e partes do corpo afetadas

Cordas vocais, glândulas do pescoço, faringe.

Possíveis Sintomas

Laringite, rouquidão, dor de garganta ou angina.

C6

Áreas e partes do corpo afetadas

Músculo do pescoço, ombros, amígdalas.

Possíveis Sintomas

Torcicolo, dor no braço, amigdalite, tosse crônica.

C7

Áreas e partes do corpo afetadas

Glândula tireóide, bursas nos ombros, cotovelos.

Possíveis Sintomas

Bursite, resfriados, condições da tireóide.

T1

Áreas e partes do corpo afetadas

Braços do cotovelo para baixo, incluindo mãos, pulsos e dedos, esôfago e traqueia.

Possíveis Sintomas

Asma, tosse, dificuldade respiratória, falta de ar, dor na parte inferior do braço e mãos.

T2

Áreas e partes do corpo afetadas

Coração, incluindo as suas válvulas e artérias coronárias.

Possíveis Sintomas

Alterações das funções cardíacas.

T3

Áreas e partes do corpo afetadas

Pulmões, brônquios, pleura, tórax, peitoral.

Possíveis Sintomas

Bronquite, pleurisia, pneumonia, congestão nasal, gripe.

T4

Áreas e partes do corpo afetadas

Vesícula biliar, e ducto comum.

Possíveis Sintomas

Condições da vesícula biliar, icterícia, pedras na vesícula.

T5

Áreas e partes do corpo afetadas

Fígado, plexo solar, circulações (geral).

Possíveis Sintomas

Condições do fígado, febres, problemas de pressão arterial, má circulação, artrite.

T6

Áreas e partes do corpo afetadas

Estômago.

Possíveis Sintomas

Problemas estomacais, indigestão, azia, dispepsia.

T7

Áreas e partes do corpo afetadas

Duodeno e pâncreas.

Possíveis Sintomas

Úlceras e gastrites.

T8

Áreas e partes do corpo afetadas

Baço e diafragma.

Possíveis Sintomas

Soluços e baixa resistência.

T9

Áreas e partes do corpo afetadas

Glândulas adrenal e suprarenal.

Possíveis Sintomas

Alergias e urticárias.

T10

Áreas e partes do corpo afetadas

Rins.

Possíveis Sintomas

Problemas renais, endurecimento das artérias, cansaço crônico, nefrite, pielites.

T11

Áreas e partes do corpo afetadas

Rins e ureteres.

Possíveis Sintomas

Condições de pele como acne, espinhas, furúnculos, eczema.

T12

Áreas e partes do corpo afetadas

Intestino delgado e circulação linfática.

Possíveis Sintomas

Reumatismo, acúmulo de gases, alguns tipos de esterilidade.

L1

Áreas e partes do corpo afetadas

Intestino grosso, anéis inguinais.

Possíveis Sintomas

Constipação, colites, disenteria, diarréia, algumas rupturas ou hérnias.

L2

Áreas e partes do corpo afetadas

Apêndice, abdômen, coxa.

Possíveis Sintomas

Câimbras, dificuldade para respirar, acidose, veias varicosas.

L3

Áreas e partes do corpo afetadas

Órgãos sexuais, útero, bexiga, joelhos.

Possíveis Sintomas

Problemas vesiculais e menstruais, como dor ou períodos irregulares, corrimento, impotência, problemas na bexiga, dores nos joelhos.

L4

Áreas e partes do corpo afetadas

Próstata, os músculos de região lombar, nervo ciático.

Possíveis Sintomas

A dor ciática, lumbago, dificuldade de micção, dor ou muito frequente, dores nas costas.

L5

Áreas e partes do corpo afetadas

Pernas, tornozelos, pés.

Possíveis Sintomas

A má circulação nas pernas, tornozelos inchados, tornozelos e arcos fracos, pés frios, fraqueza nas pernas, câimbras nas pernas.

Sacro

Áreas e partes do corpo afetadas

Ossos do quadril, nádegas.

Possíveis Sintomas

Condições sacroilíacas, curvaturas da coluna vertebral.